A utilização de um “sutiã intramamário” realizado durante a mastopexia (cirurgia de levantamento das mamas) pode ajudar na manutenção do resultado. 2


Uma das principais preocupações das mulheres que realizam cirurgia para levantar as mamas é a manutenção do resultado obtido após a cirurgia. Isto porque, as cirurgias de levantamento das mamas (mastopexia) geralmente perdem boa parte do resultado após 3 meses da cirurgia.

Qual é a principal causa da perda dos resultados?

O tempo para a perda do resultado obtido com a cirurgia pode variar muito na dependência das mamas de cada mulher. As características da pele e das glândulas mamárias estão entre os principais fatores. Mulheres com peles flácidas e finas acompanhadas de uma glândula mamária predominantemente composta de gordura são as que tem os piores resultados e têm maior tendência a perda precoce do resultado obtido com a cirurgia. O tabagismo, a não utilização frequente de sutiã, uma dieta usualmente não saudável e gestações, são outros fatores de grande importância para a queda das mamas e perda precoce dos resultados estéticos obtidos com a cirurgia.

mama-estetica
 

Quais as técnicas mais comuns de levantamento das mamas?

Na dependência das mamas de cada mulher, existe a indicação de diminuição ou aumento das mamas com implantes de silicone e/ou enxerto de gordura. Quando as mamas são pequenas e levemente caídas, sem sobra de pele, é possível levantá-las apenas com a inclusão de próteses de silicone e/ou enxerto de gordura. Entretanto, quando há sobra de pele considerável, é necessário a retirada da mesma (o que resulta em maior quantidade de cicatrizes).

 

Uma técnica bastante utilizada atualmente para a elevação das mamas (por ser de mais simples execução, resultando em menos cicatrizes e menor tempo de cirurgia) é o uso isolado de implantes de silicone. Entretanto, a indicação de mastopexia apenas com esta técnica em muitos casos não é bem indicada, o que leva muitas mulheres a terem mamas de aspecto artificial com resultados precários e recidiva precoce.

 

Na tentativa de lidar com a sobra de pele através de um procedimento que exige menor complexidade, é comum ser proposto apenas aumento das mamas com implantes de silicone grandes. Isto tem levado a resultados insatisfatórios e recidiva precoce, pois quando maior o tamanho da prótese de silicone, maior o peso que necessitará ser suportado pela pele destas mamas (o que provoca sua distensão e enfraquecimento).

 
 
 
Untitled 

 

Existe uma técnica de cirurgia para o levantamento das mamas que dure mais?

Neste últimos 100 anos, muitas técnicas cirúrgicas para o levantamento das mamas foram desenvolvidas com a finalidade de obter melhores resultados estéticos e maior durabilidade. Entretanto, nenhuma havia conseguido comprovar a sua eficácia. 

 

Acredito que a realização da mastopexia associada à confecção de um suporte para o tecido mamário realizado com o músculo da região peitoral (simulando um “sutiã intramamário”) possa ser uma solução. Na última edição da Revista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (publicada este mês) mostrei a eficácia desta cinta na manutenção dos resultados da mastopexia quando comparado com a cirurgia sem a sua utilização.

É importante enfatizar, entretanto, que a maior manutenção da projeção e forma das mamas obtidas com esta técnica em relação às técnicas convencionais, não significa que não haja perda de resultados com o tempo, resultantes do envelhecimento da mulher e outros fatores comportamentais da mesma. Clique aqui para acessar o artigo no site da Revista Brasileira de Cirurgia Plástica.

Clique na Imagem para baixar

Conheço os nossos tratamentos estéticos da mama, clique aqui.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “A utilização de um “sutiã intramamário” realizado durante a mastopexia (cirurgia de levantamento das mamas) pode ajudar na manutenção do resultado.