Para Sair bem na Selfie, Você Precisa de um Tratamento Personalizado Desenhado por um Cirurgião Plástico Qualificado e em Constante Atualização


Nos dias de hoje, o que vale mais do que uma selfie bem registrada? Sem muitos filtros, maquiagem, os comentários mega positivos elevam o ego de qualquer um em meio a esse mundo terrivelmente digital em que vivemos. Para estar bem com aquilo que se vê no reflexo da câmera, precisa se amar muito e entender que os anos passam para todos, inclusive para você. E o que os números apontam, pelo menos no Brasil, segundo maior país em busca de procedimentos estéticos, é que o que parece valer muito é a beleza exterior.

Este crescimento dá-se pelas tantas técnicas inovadoras que as tecnologias possibilitam para que a medicina avance em busca de maneiras menos invasivas para os pacientes. Cada pessoa procura pelos métodos que mais satisfazem suas necessidades e hoje, a tecnologia permite que o cirurgião ofereça um atendimento personalizado, desenhado especialmente para seu paciente.

Mas o alerta é que mesmo que os procedimentos pareçam ser simples, precisam ser feitos por um cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Em alguns casos, os riscos estão no pré e pós cirúrgico, na escolha do local e do cirurgião. Não se pode deixar levar apenas pelo custo do procedimento, precisa conhecer o médico escolhido e os métodos que irá utilizar na cirurgia. O cuidado com a saúde deve vir antes de qualquer coisa. O importante é entregar o que cada um deseja com a menor chance de risco para a saúde. Priorizar o paciente, apenas com o objetivo de elevar sua auto estima, melhorar sua qualidade de vida e proporcionar dias melhores depois da sua cirurgia plástica.

Conforme faço de rotina, participei também em 2019 do “Plastic Surgery The Meeting”, um encontro anual que aconteceu no final de setembro em San Diego, na Califórnia (leia mais aqui) e as novidades que pude saber em primeira mão, participando dos subcomitês de Medicina Regenerativa e de Educação e Pesquisa; é que após o aparecimento de linfomas causados por um tipo específico de implante, a tendência é a retirada (veja o vídeo aqui) ou substituição por novos implantes lisos e abre-se espaço para o lipofilling, técnica que vem cada vez mais aumentando os casos que pode-se substituir a prótese de silicone por enxerto de gordura retirada de outras regiões da própria paciente. A inovação vem tomando conta dos procedimentos estéticos, não apenas dos tratamentos das mamas, mas da cirurgia plástica em geral, por se tratar de um método muito menos invasivo e que possibilita a combinação de tratamentos e um tempo bem menor de recuperação.

Números de técnicas que substituem processos demorados e invasivos vem se tornando referência nesse mundo de beleza e estética. Devemos lembrar que para enfrentarmos qualquer situação de nossas vidas, precisamos, acima de tudo, estar saudáveis fisicamente mas, principalmente, psicologicamente. O mundo está acelerado, as pessoas estão consumindo mais e precisamos pensar mais rápido do que antigamente. Mas a saúde deve estar em primeiro lugar sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *